Cobogó : Dupla Função

Cobogó é o nome dado a um tipo de elemento vazado, de cerâmica esmaltada, que tem sua inspiração nos muxarabis mouros: tramas de madeira muito usadas na arquitetura do Oriente e durante a colonização pernambucana.

Com a dupla vantagem de delimitar espaços sem comprometer a luminosidade e a continuidade visual, o uso do cobogó tem sido retomado em consequência não só da onda vintage que invadiu a decoração, mas também por seu desempenho. Além de criar um peculiar efeito visual, com base na interação de cheios e vazios, os blocos cerâmicos (cobogós) podem ser eficientes do ponto de vista ambiental, ao impedir a incidência solar direta e proporcionar melhor aproveitamento da ventilação natural. Desenvolvidos nos anos de 1920 pelos engenheiros pernambucanos Amadeu Oliveira Coimbra e Ernest August Boeckmann e Antônio de Gois, seu nome deriva da combinação das sílabas iniciais dos sobrenomes dos criadores, que patentearam o invento.

design-zag_post_cobogo-dupla-funcao_06

Dividindo ambientes sem bloquear a visão

design-zag_post_cobogo-dupla-funcao_04

Interior residencial com cobogó

design-zag_post_cobogo-dupla-funcao_05

Lindo efeito na luz

Eu gosto muito de usar os cobogós para separar ambientes. Eles marcam o espaço sem bloquear completamente a visão do todo. E ainda são charmosos e funcionam como peça decorativa. Sua essência é muito rica, forma, volume, cores, luz, sombra, ventilação, vários elementos unidos em um único material.

Os cobogós tem sido muito utilizados em todas os tipos de espaços. Desde interiores de residências, fachadas, lojas, escritórios e até restaurantes.

design-zag_post_cobogo-dupla-funcao_03

Restaurante com cobogó

design-zag_post_cobogo-dupla-funcao_01

Fachada com cobogó

design-zag_post_cobogo-dupla-funcao_02

Cobogó no escritório

Os irmãos Campana, designers brasileiros conhecidos internacionalmente, estão desenvolvendo mobiliários feitos de cobogó também. A mesa Cobogó Table empresta mais do que o nome e a inspiração para a peça, já que entra em cena como elemento fundido ao tampo, interrompendo a superfície plana com desenhos irregulares.

design-zag_post_cobogo-dupla-funcao_table_07

Cobogó Table- irmãos Campana

É possível encontrar os cobogós em diversos lugares e ainda poder fazer encomenda. Vale a pena, o efeito é incrível!

ZAGDICAS

  • Além da função estética, o cobogó é um grande aliado na economia de energia, uma vez que filtra o sol e garante ventilação permanente.

Cuidados:

  • A aplicação do cobogó é bem simples, mas requer cuidados. Como o material é mais frágil que o tijolo, recomenda-se que uma barra de metal seja afixada a cada duas fileiras.
  • É preciso bom senso na hora de usar o material. Arquitetos alertam que uma desvantagem do cobogó é a ausência de vedação acústica. Para fazer um bom projeto é preciso pesquisar materiais e fazer desenhos específicos para o tratamento de isolamento acústico.
  • Antes de comprar, procure saber sobre os fabricantes do mercado. É essencial que as peças adquiridas tenham boa cura e que elas sejam transportadas com cuidado, a fim de evitar danos.
DestaquesExterioresInterioresTendências

Enviar um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *